Home > Dicas > Governo oferece benefício de R$2 mil aos brasileiros. Saiba se você pode receber!

Governo oferece benefício de R$2 mil aos brasileiros. Saiba se você pode receber!

É brasileiro? Então vai gostar de saber que vários novos benefícios estão sendo criados por meio da Proposta de Emenda à Constituição, que teve sua aprovação em meados do mês de julho. Além disso, é claro, houve modificações em outros auxílios já bem conhecidos pelos brasileiros, como é o caso, por exemplo, do Auxílio Brasil e do Vale-Gás. Ou seja, o mês de agosto marcou o início dos pagamentos de todos os benefícios modificados pela PEC.

Passo a passo para garantir a sua vaga no Assaí! Mais de 200 vagas ofertadas
Assaí está recrutando! Veja como garantir uma das 250 oportunidades de emprego
Veja como conseguir seu emprego agora mesmo: mais de 200 vagas disponíveis 

A população brasileira pode receber as parcelas de R$ 600 do Auxílio Brasil, as parcelas de R$ 110 do Vale-Gás, além dos valores referentes ao Auxílio Taxista e ao Auxílio Caminhoneiro. Todos esses benefícios juntos já ajudaram mais de 22 milhões de brasileiros. Porém, para receber as parcelas de um desses benefícios, é necessário que seu cadastro esteja atualizado, pois correm o risco de perder o dinheiro se não o fizerem em menos de 10 dias!

Regularize agora mesmo!

Antes de qualquer coisa, é importante mencionarmos que a regularização é um passo fundamental para poder garantir o recebimento correto do benefício. Também, cada programa social possui seus próprios pré-requisitos para selecionar públicos aptos e receber o valor, e também suas próprias regras que dizem respeito ao que o cidadão interessado em receber o benefício precisa fazer.

De forma constante, os benefícios são oferecidos de forma automática àqueles que se encaixam nos requisitos, de acordo com o total de recursos destinados para tal fim. Porém, uma das regras mais comuns para receber o benefício é ser inscrito no CadÚnico, por ser o maior banco de dados que o Governo Federal possui.

Um exemplo que podemos citar é do Auxílio Brasil, que beneficia de forma automática às famílias cadastradas no CadÚnico, dentro dos valores que estão disponíveis para o programa, mesmo que ainda tenha hoje em dia uma fila de espera para receber tais benefícios.

Porém, destaca-se que é de suma importância que você apresente alguma outra documentação, como uma autodeclaração. É esse o caso do Auxílio Caminhoneiro ou, como é conhecido pelo seu nome oficial, o Bem-Caminhoneiro.

Prazo se esgota em pouco tempo

Avisamos a você que é importante ficar atento ao prazo, pois a fim de conseguir a aprovação para enviar sua declaração está acabando. O prazo limite é até o dia 29 de agosto, então quem ainda não fez a autodeclaração, deve correr para fazê-la. Isso porque, quem não fizer, perderá o direito às parcelas que somam R$ 2 mil.

Cabe ressaltar que somente o envio da autodeclaração não garante o pagamento. Isso porque é necessário passar pela etapa de verificação das informações pelo Dataprev para se certificar de que o cidadão é de fato elegível para o programa.

Todos aqueles que estiverem regularizados e forem elegíveis, terão o direito às duas primeiras parcelas que serão pagas dia 06 de setembro. Referente às datas dos próximos repasses, são:

  • Terceira parcela: 24/09;
  • Quarta parcela: 22/10;
  • Quinta parcela: 26/11;
  • Sexta parcela: 17/12.

Saiba como enviar sua autodeclaração

Antes de qualquer coisa, primeiramente acesse o Portal Emprega Brasil, utilizando o login do Gov.br. Acesse pelo computador https://servicos.mte.gov.br ou pelo app da Carteira de Trabalho Digital (gov.br/pt-br/temas/carteira-de-trabalho-digital). Todos aqueles profissionais que precisam realizar a autodeclaração estão com notificações nesses sistemas.

Com respeito a documentação, é importante que cumpra todos os requisitos para receber o benefício e que possa realizar, regularmente, o transporte rodoviário de carga. Claro que também será necessário informar o Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam) dos caminhões cadastrados na ANTT.

Fique atento: você terá menos 10 dias para realizar esse procedimento. Dessa forma, irá conseguir adquirir as duas parcelas que somam R$2 mil.

Todos precisam se regularizar?

Precisamos esclarecer que o Auxílio Caminhoneiro será pago aos transportadores autônomos de carga. Até o presente momento, 190 mil motoristas receberam as duas primeiras parcelas, totalizando R$ 2 mil. Para os demais que ainda não receberam, será preciso realizar a autodeclaração no site do Ministério do Trabalho e Previdência.

A autodeclaração agora é obrigatória para que os motoristas recebam o Auxílio Caminhoneiro e o Poder Público atue de forma clara. E a situação está urgente, já que mais de 400 mil caminhoneiros ainda precisam se regularizar, realizando esse processo em até 10 dias para receberem o pagamento. Continue com a gente para saber como se regularizar.

Cerca de 190 mil caminhoneiros já receberam o valor referente às duas primeiras parcelas do Auxílio, no dia 9 de agosto. Vale destacar que esse grupo em específico não precisa realizar qualquer outro procedimento de cadastro ou autodeclaração, pois continuarão recebendo as demais parcelas normalmente.

Porém, cerca de 400 mil beneficiários ainda têm a chance de receberem as duas primeiras parcelas, o equivalente a R$ 2 mil. O pagamento ocorrerá no dia 6 de setembro, onde serão pagos os valores retroativos aos que preencherem a autodeclaração no site do MTP (Ministério do Trabalho e Previdência).

O envio da autodeclaração tem um prazo, o mesmo pode ser realizado até o dia 29 de agosto. Se você perder este prazo, também perderá as duas primeiras parcelas e receberá apenas a partir da 3º, de acordo com o próprio Ministério do Trabalho e Previdência.

Todos aqueles que precisam realizar o envio da autodeclaração estão recebendo notificações. Quem deve fazer isso são os profissionais com cadastro ativos no Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas (RNTR-C), da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), mas que ainda não registraram a operação de transporte rodoviário de carga em 2022.

Veja como ter R$ 710,00 em sua conta

Lembra desses benefícios do governo: o Auxílio Brasil e o Vale-Gás? Pois então, eles passaram por mudanças. Em outras palavras, isso quer dizer que o valor das parcelas aumentaram. Em relação ao Auxílio Brasil, mudou para R$ 600. Por outro lado, com relação ao Vale-Gás, mudou para R$ 110.

Desse modo, todos aqueles que recebem esses benefícios podem, hoje em dia, receber um depósito de R$ 710. Além disso, vale ressaltar que não houve alteração nos requisitos para receber. Ou seja, quem estava elegível antes continua a estar elegível agora e, portanto, passar a ser beneficiário pode ser apenas uma questão de recursos disponíveis.

O Auxílio Brasil recebeu mais de 2 milhões de novos beneficiários na folha de pagamentos do mês de agosto e, com isso, chegou-se a cerca de 20 milhões de inscritos no programa.

A transferência do dinheiro ocorre pela conta do Caixa Tem e a consulta pode ser via telefone nos números 121 ou 111, pelo próprio aplicativo do Caixa Tem, ou por meio do aplicativo do Auxílio Brasil.

Sobre o Vale-Gás 

O Vale-Gás possui parcelas de R $110 e terá a próxima parcela somente no mês de outubro. Isso porque o benefício continua sendo pago a cada dois meses e, portanto, como foi pago no mês de agosto, pela lógica a próxima parcela só será em outubro, juntamente com a parcela do Auxílio Brasil de R$ 600.

Mês de outubro

Confira o calendário de pagamento abaixo:

  • 18/10 – Final de NIS 1
  • 19/10 – Final de NIS 2
  • 20/10 – Final de NIS 3
  • 21/10 – Final de NIS 4
  • 24/10 – Final de NIS 5
  • 25/10 – Final de NIS 6
  • 26/10 – Final de NIS 7
  • 27/10 – Final de NIS 8
  • 28/10 – Final de NIS 9
  • 31/10 – Final de NIS 0

Está em dúvida se você tem o direito de receber esse benefício? Bem,  é possível usar o seu CPF para verificar isso. Uma das maneiras é através do telefone, através do número 111. Uma outra opção é pelo próprio app Caixa Tem, que pode ser baixado no endereço: https://bityli.com/SVbrUS.

Sem dúvidas, esse é um dinheiro que faz muita diferença na mesa de milhares de brasileiros atualmente. Por isso, se você se encaixa nos requisitos desse programa, com certeza tem o direito de receber esse dinheiro! Então não perca tempo e regularize sua situação para não perder nenhuma parcela.

Fonte: Pronatec | Imagem: Reprodução do Google