Home > Empréstimo > Empréstimo: Top 5 microcréditos com pouca burocracia para 2021

Empréstimo: Top 5 microcréditos com pouca burocracia para 2021

Se você é Microempreendedor Individual (MEI) e está em busca de fazer investimentos no desenvolvimento e expansão do seu próprio negócio, provavelmente já passou pela situação de não possuir recursos o bastante, ou até mesmo não possuir crédito no mercado. Nesses momentos um bom empréstimo pode ser uma ótima estratégia para quem possui essa meta para 2021.

Nos últimos tempos, os grandes bancos têm disponibilizado alternativas de empréstimo de até R$ 21 mil com formas e condições mais facilitadas para MEI. É o chamado microcrédito, em outras palavras, empréstimos de valor mais baixo, livres para donos de micro e pequenos negócios formais e informais, uma vez que estes, geralmente, não têm acesso a empréstimos tradicionais.

Os recursos financeiros obtidos podem ser aplicados para diversas finalidades, da compra de matéria-prima e produtos, a aquisição de maquinário e equipamentos ou até mesmo a reforma do estabelecimento. Normalmente, a única condição imposta ao empreendedor para obter o empréstimo é que tenha uma conta no banco onde deseja solicitar o microcrédito.

As instituições que disponibilizam as melhores taxas são os bancos públicos, como a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil, que obtém subsídios do Governo Federal para esta forma de empréstimo. No entanto, também é possível achar alternativas ofertadas por organizações sociais e cooperativas de microcrédito filiadas com taxas de juros mais baixas.

5 alternativas de microcrédito para MEI

Fizemos uma lista a seguir cinco alternativas de microcrédito acessíveis para MEI nos principais bancos brasileiros. Descubra quais são elas, compare as condições e escolha aquela que corresponde melhor às suas necessidades no momento.

1 – Microcrédito Caixa Econômica Federal

A Caixa disponibiliza Microcrédito Produtivo Orientado para MEI, com quantias que vão de R$ 300 a até R$ 21 mil. O microempreendedor irá ter de 4 a 24 meses para quitar a dívida, com juros iniciando em 1,99% ao mês. A requisição pode ser concluída através do canal digital Caixa Sim.

Vale mencionar que a aprovação do empréstimo irá depender da análise de crédito. Fora isso, o MEI terá que comprovar sua capacidade de honra com  o microcrédito, em algumas situações pode ser preciso conseguir um fiador para garantir a operação.

2 – Microcrédito Banco do Brasil

O Banco do Brasil também oferece para seus usuários uma linha de Microcrédito Produtivo Orientado. As quantias do empréstimo são definidas segundo a capacidade de pagamento do requerente, depois da visita de um agente da instituição ao empreendimento. Fora a conta no banco, é preciso realizar a apresentação da garantia pessoal de terceiros, ou seja, um fiador.

Outra condição necessária para a obter o microcrédito é que o empreendedor não tenha uma dívida maior que R$ 40 mil no Sistema Financeiro Nacional, a não ser em caso de operações de crédito comum. A taxa de juros é acessível, e o pagamento pode ser realizado de 5 a 18 vezes.

Para mais informações, acesse o site do BB.

3 – Microcrédito Bradesco

Aqueles que tiverem interesse em obter o microcrédito Bradesco precisam entrar em contato com o banco, que vai indicar uma unidade na qual o solicitante irá conseguir estar falando com um gerente para conhecer melhor as condições do empréstimo e outras informações.

Através do Bradesco, o MEI consegue solicitar empréstimo até o valor máximo de R$ 21 mil, é importante dizer que a operação vai depender da análise de crédito.

Mais dados estão acessíveis através do site do Bradesco.

4 – Microcrédito Itaú

O Itaú, por sua vez, tem uma linha de crédito para MEI que inicia em R$ 400 e vai até R$ 14.500. Entretanto, o serviço somente é possível de ser obtido na região da Grande São Paulo. Para pedir o empréstimo, não é preciso possuir conta no banco. No entanto, o negócio precisa possuir no mínimo seis meses de atividade.

Após pedir o crédito, um agente do banco irá fazer uma visita no empreendimento para analisar as condições da empresa. Após isso, a proposta será encaminhada para análise e, se for aprovada, o valor estará acessível em até cinco dias.

Conheça mais sobre o microcrédito no site do Itaú.

5 – Microcrédito Santander

Os clientes do Banco Santander conseguem pedir empréstimos para fazer um investimento no crescimento do seu negócio, com taxas de juros que começam em 2,4% e vão até 4% ao mês. O microcrédito está acessível para MEIs de São Paulo, Rio de Janeiro e alguns estados da região Nordeste.

O requisitante vai precisar apresentar um aval solidário (fiadores) formado por um grupo de três ou quatro empreendedores que serão responsáveis pelo pagamento das parcelas. Vale mencionar que a aprovação do empréstimo vai depender da análise de crédito.

Confira outras informações sobre o microcrédito no site do Santander.

Fonte: editalconcursosbrasil fotos: infomoney/bradesco/epocanegocios