7 dicas eficazes para conseguir obter mais limite de crédito no cartão Nubank

O limite de crédito no cartão costuma ser pauta constante entre os usuários, que desejam sempre poder contar com uma margem justa e confiavelmente determinada. Afinal, além do próprio poder de compra ser maior, um bom limite pode ajudar até mesmo a manter o orçamento mais organizado, principalmente no caso de pendências emergenciais.

Anúncio

Entre muitos clientes do Nubank que possuem o famoso “roxinho”, esse assunto gera várias dúvidas e uma certa polêmica, especialmente em relação às análises realizadas pelo banco no momento de estabelecer o valor máximo que uma pessoa pode gastar na ferramenta. Apesar da confusão de muitos titulares, existem explicações plausíveis para o processo.

Em seu blog oficial, a fintech procura sempre esclarecer um pouco mais sobre as decisões ligadas ao limite do cartão. Desta forma, hoje iremos conseguir apresentar aqui como ocorre essa definição e quais são os critérios levados em consideração pela instituição antes de determinar a margem de crédito do seu produto. Confira:

Primeiramente, é importante saber que o Nubank recorre a um sistema de algoritmos, que coleta as informações de mercado do consumidor antes de disponibilizar o limite. Então, logo no momento em que alguém é aprovado no serviço, é feita uma projeção de gastos da pessoa, analisando seu perfil de uso e riscos de inadimplência. Estes dados utilizados são de fontes externas, como o score de crédito na Serasa, por exemplo.

Anúncio

“Esse processo é feito por um algoritmo – um sistema automatizado que analisa todos esses dados e estabelece um limite inicial”, explica o banco. Isso é feito desta forma justamente para preservar a segurança financeira do titular e da empresa. Então, consumidores que apresentam poucas informações na área ou que estão inseridos em um histórico privado de outras instituições geralmente recebem um limite inicial abaixo do esperado mesmo.

Mas afinal, por que o limite inicial do cartão Nubank é menor?

Desde a sua fundação, o Nubank adota uma postura cautelosa, de preocupação com a saúde orçamentária das pessoas. Portanto, o banco digital considera sempre o quanto de limite pode conceder sem que o cliente e a própria empresa acabem assumindo riscos de prejuízo, ou seja, maiores do que são capazes de arcar. 

Anúncio

Nesse sentido, o intuito é exatamente impedir que as pessoas adquiram mais dívidas ou fiquem com a renda cerceada, podendo até mesmo ter o nome inserido na lista de órgãos de proteção ao crédito, como SPC e Serasa.

Além disso, a fintech também esclarece outro aspecto importante e que influencia bastante na determinação da margem de crédito: nem sempre o banco possui dados suficientes do consumidor no momento de estabelecer a margem no roxinho. Desta forma, a melhor alternativa é o desenvolvimento gradativo de um histórico financeiro entre o banco e o cliente, possibilitando que as relações se fortaleçam e tragam mais credibilidade.

Anúncio

Dicas eficazes para aumentar o limite no cartão Nubank

Se você é usuário do cartão Nubank e recebeu um limite de crédito que ainda não é satisfatório, existem algumas atitudes que podem ajudar bastante neste processo para conseguir obter um aumento. Afinal, estas podem auxiliar o banco a entender melhor o seu perfil de consumo e a estabelecer uma segurança maior. Veja:

  • Evite o crédito rotativo;
  • Pague as faturas integralmente e sempre em dia;
  • Explore mais o seu limite de crédito atual;
  • Concentre as suas compras no cartão Nubank;
  • Preserve seu nome para que não fique negativado;
  • Mantenha os informes relacionados à sua renda atualizados no app do banco;

Vale ressaltar que todos esses comportamentos serão avaliados a médio e longo prazo. Isso significa que o limite pode ser alterado somente depois de alguns meses. Além disso, conservar o pagamento das contas no prazo certinho também terá uma influência super positiva nas próximas análises de crédito do Nubank. 

Fonte: Edital Concursos Brasil   –  Imagem da capa: Freepik (Foto Editada)  /  Imagens de dentro da matéria: Foregon e Tecnonotícias

Anúncio
Anúncio